sábado, 2 de abril de 2011

COMING HOME

Devo confessar o show não correspondeu às minhas expectativas...foi MUITO ALÉM! Foi o momento mais incrível da minha vida, compartilhado com meu namorado e amigos muito queridos. Posso morrer no próximo segundo que minha existência terá valido à pena só por ter gritado "Maiden, Maiden, Maiden", por ter ouvido e cantado junto " Coming home when I see the runway ligths/ in the misty dawn the night is fading fast/ coming home, far away as their vapor trails align/ Where I've been tonight, you know i will not stay", por ter pirado com a galera ao ouvir " you take my life but I'll take your's too/ you'll fire you musket but I'll run you trough/ So when you're waiting for the next attack/ You'd better stand that's no turning back", por ter "dançado"  a "Dança da morte" com Bruce Dickson, Steve Harris, Dave Murray, Adrian Smith, Janick Gers, Nicko McBrain e mais 11 mil fãs alucinados dessa banda incrível! E nas duas horas que se seguiram, as mais intensamente vividas por todos que estavam ali presenciando o milagre de ter o Iron Maiden tocando em Belém, com o mais puro Heavy Metal! 
Desculpaê, mas a ultima coisa em que pensei foi tirar fotos.
Agora é esperar até eu ter grana suficiente pra ver um show deles em Londres...ou em qualquer outro lugar do mundo, porque um raio cai duas vezes no mesmo lugar, o Iron ocar duas vezes em Belém é outra história...
Petitinha, a metaleira!


Um comentário:

Ju disse...

Ri pacas desse papo de ir assistir o Iron em Londres só pra fazer os registros fotográficos.
Muito antipática essa menina!!! :p